Versículo do dia...

Um pouco de nós / Un poquito de nosotros:

Minha foto

Olá. O Chimarrão com Queijo é o nome tem acompanhado nossa caminhada. O Márcio é oriundo de Cataguases, Minas Gerais, e a Elisandra, de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Nossa pequena Emanuelle também é de lá.
Seja bem-vindo/a!!!!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Influenciando outros... e a nós?

O movimento wesleyano, movimento que originou a Igreja Metodista, usado por Deus em seu tempo, continua influenciando vários ramos da Igreja Cristã:

“John Wesley foi o pioneiro do evangelismo em grupos pequenos. No final do século XVIII Wesley desenvolveu mais de 10.000 células ( denominadas classes). Centenas de milhares de pessoas participaram do seu sistema de grupos pequenos. Wesley não se convencia de que alguém havia tomado uma decisão por Cristo se aquela pessoa não estivesse envolvida em um grupo. Wesley estava mais interessado no discipulado do que numa decisão. As classes serviam como uma ferramenta evangelística ( a maioria das conversões ocorria nesse contexto) e como um agente discipulador. George G. Hunter III, reitor da E. Stanley Jones Escola de Missão Mundial e Evangelismo no Seminário Teológico Asbury em Wilmore, Kentucky, escreve: “Para Wesley, o evangelismo ocorria principalmente nos encontros das classes e nos corações das pessoas nas horas que se seguiam a esses encontros”. Wesley reconheceu que os primeiros estágios da fé na vida de uma pessoa podiam ser incubados de forma mais eficaz em um ambiente cristão caloroso do que na frieza do mundo.

Como o precursor do movimento moderno de células, Wesley promoveu o evangelismo que levava à rápida multiplicação. Hunter observa: “Ele era impulsionado para a multiplicação de classes porque essas serviam melhor como grupos de recrutamento, como portas de entrada para pessoas novas e para envolver as pessoas avivadas com o evangelho e com poder” Wesley pregava e então convidava as pessoas a unirem-se a uma classe. Aparentemente, as classes multiplicavam-se principalmente como resultado da implantação de novas classes, de modo bastante parecido com a ênfase colocada hoje na implantação de células. O objetivo principal em sua pregação era dar início a novas classes. T. A. Hegre, Pastor e fundador da Missão Evangélica Betânia dos Estados Unidos, escreve: "Creio que o sucesso de Wesley devia-se ao seu hábito de estabelecer grupos pequenos. Seus convertidos se encontravam regularmente em grupos pequenos de cerca de 12 pessoas. Se o grupo ficasse muito grande, ele se dividia, e podia continuar dividindo-se sempre de novo".

O ministério de grupos pequenos defronta-se constantemente com um dilema: manter a intimidade de um grupo pequeno enquanto cumpre a ordem de Cristo de evangelizar. A multiplicação da célula é o único caminho comprovado de permanecer pequeno enquanto evangeliza fielmente. Wesley praticava esse principio e lançou o fundamento para a explosão da moderna igreja em células.”

Se o movimento que nos originou influencia tantos outros, porque não resgatarmos esse princípio? Por que não aplicarmos os princípios bíblicos em nossa vida ministerial?

Conclamamos o povo metodista em Cataguases, Miraí e Itamarati a orarmos para que ao implantarmos a visão de pequenos grupos estejamos com o coração e mente voltados a este propósito, mesmo diante dos obstáculos que teremos.

Márcio Toledo, pr.
Boletim ParticipAção, ano XXV, nº35

Informativo semanal da Igreja Metodista em Cataguases

Bibliografia: COMISKEY, Joel. Crescimento Explosivoda Igreja em Células, Min. de Igrejas em Células, Curitiba, 2008.Fonte:  http://pastorlugon.blogspot.com/2010_07_01_archive.html

Nenhum comentário: