Versículo do dia...

Um pouco de nós / Un poquito de nosotros:

Minha foto

Olá. O Chimarrão com Queijo é o nome tem acompanhado nossa caminhada. O Márcio é oriundo de Cataguases, Minas Gerais, e a Elisandra, de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Nossa pequena Emanuelle também é de lá.
Seja bem-vindo/a!!!!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Um 2012 com as realidades da Graça de Deus


Apocalipse 21.1-8
Sermão pregado no Culto de Acolhida na
Igreja Metodista no Porto em 01º/01/12


Estamos em nosso primeiro dia do ano. Nesse período, a maioria das pessoas são cercadas por sentimentos de esperança de um ano melhor do que foi o que se findou. Passamos por momentos de reflexão, de reavaliar nosso projetos, nossas posturas. Somos tomados pelo perdão, pelo quebrantamento.

Também passamos pelo interessante momento e, diríamos nós, válido, de renovar nossos votos, ou fazer novos para o ano que se inicia: neste ano, vou emagrecer... Neste ano, não serei tomado pelo consumismo. Neste ano, serei mas presente na Igreja. E tantos outros...

Mas, também, temos aqueles mais céticos. Que nos dirigem a palavra desafiando-nos a refletir de que isso é uma perda de tempo. Afinal, tudo continua como estás. Apenas uma folhinha do calendário que se vira e alguns números mudam. Alguns nos levam a acreditar que tudo é ilusão. Utopia.

Pois bem, diante disto tudo, estamos como uma rainha num jogo de xadrez: estamos em xeque. Xeque é a jogada em que colocamos a principal peça do xadrez numa situação incômoda: para sobreviver, somente mexendo com ela.

Se estamos em xeque, qual é a nossa saída se alguns acham que é ilusão essa mudança de ano, que um ano melhor é utopia, e sabemos que esse sentimento é enganoso. Porque, sabemos bem que as coisas podem mudar para melhor.  Assim como, aqueles que acham que tudo é mágica. Mudou o ano. Vida nova. Tudo será diferente. Fiz novos votos. E sabemos que as coisas também não são dessa maneira...

Afinal, já passamos por outras viradas, fizemos novos votos, e tudo continuou como estava. O que fazer então? Como sair desse cheque?

A pergunta que fazemos nesta noite é: quais a realidades para a saída desse xeque no jogo da vida?

A primeira realidade nesse jogo da vida é de que estamos vivos, e isso nos basta, para termos esperança – Ec 9.4-5
Nos permitimos, muitas vezes, de que as lutas e dificuldades da vida ditam, sobre nós, os nossos limites. Nos deixamos que as primeiras dificuldades enfrentadas, em quaisquer projetos que temos sejam pessoal, familiar ou da comunidade da fé, sejam os limites para os quais devemos avançar. Com isso, nos sucumbimos em nosso escombros. Em nossos medos. Em nossos limites não nos permitindo avançar, crescer, romper montes que aprecem diante de nós.

Assim, gostaríamos que você tomasse essa primeira realidade: não estou morto. Estou vivo, por isso tenho esperança.

A segunda realidade nesse jogo da vida é de que sua esperança é viva. Sua esperança se chama JESUS.  – 1Pe 3.15
Há um antigo cântico que entoávamos em nossas igrejas, baseado nos salmos, que dizia mais ou menos assim: “uns confiam em carros, outros em cavalos. Nós, porém, nos gloriaremos em nome do nosso Deus”. Esse cântico é uma expressão da nossa fé: não confiamos no barro, no madeiro, no dinheiro... Confiamos num Deus vivo, ressurreto, que se chama JESUS de NAZARÉ.

Antes santificai” – consagrai, separai – “a Cristo em vosso coração para responder a todo aquele que vos pedir razão de esperança que há em vós” 1Pe 3.15. Tome essa realidade em tua vida nesta noite.

Sua esperança não está em sua conta bancária. Sua esperança não está na idolatria a imagens ou a homens. Sua esperança está em Jesus, a razão de nossas vidas.

A terceira realidade nesse jogo da vida é uma realidade nova, à cada dia – Ap 21.5
Experimentar o novo é algo maravilhoso. Porque sugere aquilo que ainda não foi usado ou que ainda é desconhecido. Novo remete à novidade. Algo que também se inova em nossas vidas.

Assim, temos essa promessa do Senhor para nós. A vivência na presença de Deus dá-nos essa realidade de experimentar algo novo para nosso viver. E como seria bom, agradável e perfeito, estarmos no centro da vontade do Pai e experimentar a nova notícia para o ano de 2012. A notícia da Sua companhia. A notícia de sua presença, mesmo em tempos de lutas. A nova boa notícia de seu cuidado para contigo e família.

Gostaríamos que você tomasse essa terceira realidade em tua vida: em Jesus, minha esperança,  se faz novas todas as coisas.

Nesse jogo da vida. Nesse xeque em que nos encontramos, você deseja ter o xeque-mate (a jogada fatal) pela incredulidade de um 2012 melhor ou o xeque-mate pela ingenuidade de vãs votos. De vãs esperanças.

Ou deseja experimentar as realidades que seu 2012 pode ter com a presença de Cristo em tua vida? Você quer que seu 2012 seja tomado de desejos das bênçãos de Deus? Deseja, se permitir, que Ele possa ser a presença em tua vida fazendo novas todas as coisas?

Nesta noite, no amor em Cristo Jesus, queremos lhe desafiar a entregar todo seu fardo. Todos os seus dilemas e medos. Todos os seus vãs votos. Todas as suas vãs esperanças. Desafiamos a lançar tudo sobre o altar de Deus e tomar posse de algo mais sublime que Deus tem para ti: a presença dele contigo, fazendo novas todas as coisas.

Você deseja? Venha ao altar do Senhor num ato de fé, de entrega, num ato de submissão do querer do Senhor e tenha um 2012 regado pela presença daquele que realmente conhece as tuas necessidades.
Revda. Elisandra e rev. Márcio Toledo

Nenhum comentário: